quinta-feira, 13 de abril de 2017

prefeito quer zerar a fila

O prefeito de Maringá Ulisses Maia disse que pegou a prefeitura com mais de 25.000 pessoas na fila da saúde para consultas em poucos meses a sua administração atendeu mais de 19.000 pessoas. Vamos zera a fila , afirmou. Se fizer isso o prefeito entra para a história

Jornal pede avaliação dos 100 dias de Volpato


niver

Quem fica mais velho hoje é o presidente do CONSEG,  NELSON BAZZOTTI  DO SANTOS, empresário do ramo de calçados. Ontem recebeu os amigos mais chegados para um churrasco de carneiro que ele faz muito bem. O delegado Jacovós se encarregou do cerimonial.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Expoingá abre vagas de empregos temporários



A Expoingá, que vai acontecer de 4 a 14 de maio, vai gerar dezenas de empregos temporários e pode representar uma boa oportunidade para quem está em busca de uma renda. A partir da próxima segunda-feira, dia 17, as  empresas responsáveis pela contratação de mão-de-obra para as áreas de limpeza, segurança, bilheteria e portaria estarão presentes no Parque de Exposições de Maringá para iniciar o recrutamento de pessoal.

Mais de 350 vagas serão geradas no total.  Só na área de limpeza existem duzentas oportunidades de empregos para homens e mulheres; na segurança, 100 vagas e para bilheteria e portaria, outras 70 vagas. As condições para a seleção são diferenciadas de acordo com as funções.

O recrutamento de pessoal para a área de limpeza será feito nos dias 17, 18 e 19 de abril. A empresa responsável, Admita Recursos Humanos fará a distribuição de 1.050 senhas e atenderá 350 pessoas por dia, começando às 8 horas da manhã.

Os interessados nessas vagas devem estar munidos de carteira de trabalho, número do PIS, carteira de identidade, CPF, comprovante de endereço (talão de água ou luz) e, ainda, deve contar com um número de telefone para constar no cadastro.

Já para o setor de bilheteria e portaria, basta a entrega de currículo a esta mesma empresa. Neste caso, não há necessidade de retirar senha.

Também estará presente a partir de segunda-feira no parque a empresa Modena, que recrutará a equipe de segurança. Os interessados devem comparecer munidos de documentos pessoais e apresentar certificado de curso de vigilante reconhecido pela Polícia Federal.



Evandro Jr. consegue 5 milhões para Sarandi

Hoje estive com o prefeito de Sarandi, Volpato, na liberação de 5 milhões de reais para o município, através de financiamento destinado pelo Governador Beto Richa com a finalidade de asfaltar diversas ruas da cidade.
Garanti a ele, também, que em breve serão liberados, por meio de emenda de minha autoria, 150 mil reais para a reforma da Casa da Cultura.

terça-feira, 11 de abril de 2017

PP na Justiça

publicação no Jornal do Povo

segunda-feira, 10 de abril de 2017

A briga é feia.

 a briga entre o vereador Homero Marchese(PV) e a prefeitura de Maringá é considerada feia .Por conta do embate, entre o vereador e o jornalista Agnaldo Vieira, acabou com a demissão deste. Agora Marchese diz que a prefeitura contratou a mulher de Agnaldo e pretende levar o caso ao MP. Essa história vai longe

sábado, 8 de abril de 2017

Mulher que caiu do prédio era de Sarandi

Raiane Mikaela Euzebio de 22 anos,  caiu do 13º andar de um prédio no Novo Centro em Maringá e teve morte instantânea. Era uma trabalhadora, diarista, dois filhos e morava em Sarandi. Lamentavel. O marido quando soube se desesperou, Ela trabalhava  com diarista e os patrões estão em viagem para o Nirdeste

O comentário é esse

O comentário é esse: Segundo informações o ex vereador e ex presidente da Câmara, Rafael Pszybyzski  assumirá a Secretaria do Meio Ambiente um pedido do Ministro Ricardo Barros e na Águas de Sarandi prevista  volta do cometente Antônio Del Nero, um pedido , do líder do prefeito Eunildo Zachin

sexta-feira, 7 de abril de 2017

Vereadores de Maringá questionam

O acordo firmado entre os prefeitos Ulisses Maia e Walter Volpato delineando a divisa entre Sarandi e Maringá, ficou meio obscura na concepção dos vereadores maringaenses.A assinatura antecipa à aprovação do projeto 74/2015 do deputado Dr. Batista. Na concepção de alguns vereadores de Maringá, a legalização da  divisa carecia de uma consulta popular mediante plebiscito na forma dos melhores da Lei da Constituição Federal e da Constituição o Paraná