sexta-feira, 25 de maio de 2018

Fossa. Na calçada pode?

O plano diretor de Sarandi diz que não. Mas estão fazendo nos quatro cantos da cidade, sem nenhuma fiscalização do poder público.

Coluio

Governo e Rede Globo diz que  greve terminaria ontem. Estratégica do governo em coluio com emissora  de TV. A greve continua e nada foi superado, Hoje(25) sexta feira os caminhoneiros devem receber mais adesões.

Expoingá 2018, uma das melhores feiras, avaliam organizadores



Com doze dias de programação, mais uma vez a exposição agropecuária alcançou excelentes números em negócios, pecuária e visitação

A 46ª edição da Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá, realizada de 3 a 14 de maio, atingiu R$ 569.276 milhões, em negócios gerados e prospectados, e um número de 625.641 visitantes. Com um dia a mais de programação, este ano, a feira ultrapassou a expectativa dos organizadores, crescendo 25% em volume financeiro e 10% em público, no comparativo com 2017.
No balanço apresentado nesta quarta-feira (23), pela Diretoria da Sociedade Rural de Maringá, a presidente da entidade, Maria Iraclézia de Araújo, observou que a Expoingá 2018 foi também uma das melhores da história no tocante a apresentação de genética animal, difusão de conhecimentos, novas tecnologias, inovação, intercâmbio entre produtores e diversidade de produtos.
A feira foi “robusta”, na avaliação dos organizadores. Além das novidades para o público, como a Feiarte, que trouxe artesanato de 12 países, 32 shows com artistas nacionais, na Arena Coberta e Barraca Universitária, o segmento de indústria e comércio contou com a presença de sete revendas de automóveis, seis de máquinas e implementos agrícolas, as principais cooperativas da região e o respaldo de quatro instituições financeiras (Banco do Brasil, BRDE, Caixa Econômica e Sicredi), que deram suporte aos negócios.
Com a participação de 1.386 expositores, a feira abriu espaço para o desenvolvimento de tecnologias do agro, com o I Hackathon Inova Agro, debateu temas relevantes, como a expansão da ILPF (Integração Lavoura-Pecuária-Floresta) no País, o futuro do agronegócio, as exportações e a participação feminina no segmento. No total, foram realizados 146 eventos, incluindo encontros, seminários, fóruns, debates, workshops, cursos e oficinas, atingindo diversos públicos.

Pecuária
Na pecuária os números foram recordes. Um total de 9.620 animais, entre bovinos, ovinos, caprinos, equinos, suínos, asininos e pequenos animais, com 87 raças, estiveram em exposição, provas, julgamentos e leilões. Raças estreantes chamaram a atenção, como o Devon, entre os bovinos, e o Laucaune, Bergamácia, Crioula, Corriedale e Romney Marsh, entre os ovinos.
A ovinocultura que já havia sido destaque em 2017, com aproximadamente 600 animais, superou as expectativas. Neste ano, foram mais de 900 animais, dois julgamentos nacionais de raças (Sufollk e Naturalmente Coloridos) e 21 raças presentes.  A Feira contou ainda com o Julgamento Nacional do Nelore Mocho e a participação de uma das principais criadoras do país, a pecuarista Dalila Cleopath de Moraes Toledo, do estado de São Paulo, que foi homenageada pelo desenvolvimento genético de seus rebanhos.

Genética de padrão internacional
A estreia do gado Devon reuniu animais do mais alto padrão genético e atingiu os objetivos dos realizadores da mostra. A análise é dos diretores da Associação Brasileira de Criadores da raça (ABCD) e do juiz responsável por avaliar o rebanho.
Elizabeth Obino Cirne-Lima, presidente da ABCD, disse que o sentimento foi de “dever cumprido”. “Conversamos com criadores de outras raças. Mostramos o potencial do Devon e esperamos voltar em 2019”, comentou. O diretor-técnico da ABCD e juiz da prova, o médico-veterinário Lucas Teixeira Hax, disse que os animais trazidos à Expoingá são exemplares de ponta. “Reprodutores e ventres, capazes de serem e de gerarem campeões”, declarou.

No julgamento do Nelore, o zootecnista Fábio Eduardo Ferreira, de Cuiabá (MT), responsável por avaliar o rebanho, afirmou que o rebanho presente na Expoingá 2018 foi de boa qualidade e demonstra que o investimento dos pecuaristas tem sido bem feito. “A tecnologia facilitou o acesso a embriões e sêmen. Assim, vemos um avanço considerável na melhoria genética desses  animais”, frisou
Equinos
Os cavalos Quarto de Milha que participaram da prova, organizada pela Liga Nacional do Cavalo de Conformação (LINCC), têm condições de competir em “pé de igualdade” nos principais eventos do gênero realizados nos Estados Unidos. A análise foi da juíza, Cindy Hale, credenciada pela Associação Americana do Cavalo Quarto de Milha (AQHA, na sigla em inglês).
Da cidade de Perryton, no Estado do Texas, a norte-americana apontou as características raciais, o tamanho, o equilíbrio na estrutura, e o grau de musculatura como os pontos fortes da tropa apresentada na 46ª Expoingá. “Muito bom ver que os criadores aproveitam, muito bem, os recursos atuais na melhoria genética do plantel deles”, ressaltou.

Entretenimento e diversão
Já na área de entretenimento e diversão, além do Museu do Videogame, que repetiu o sucesso de público de 2017, o parque de diversões foi um dos locais mais visitados. O diretor do Yupie Park, Célio Borges, disse que a movimentação foi a melhor dos últimos seis anos.
A solidariedade das pessoas que visitaram a feira foi marcante. Mais de 60 toneladas de alimentos e 46.150 itens de higiene pessoal e agasalhos foram doados nos dias de portões abertos e irão beneficiar a milhares de pessoas atendidas em instituições assistenciais de Maringá e cidades vizinhas.

Números da Expoingá 2018
Visitantes
625.641
Negócios gerados e prospectados
R$ 569.276 milhões
Expositores
1.386
Animais expostos e comercializados
9.620
Raças
87
Excursões atendidas

449

Apresentações culturais
86
Eventos (palestras, fóruns, seminários, cursos, debates e oficinas)
146
Arrecadação de alimentos – Parceria com a Prefeitura e Provopar
60 ton.
Arrecadação de produtos de higiene pessoal e agasalhos – Parceria com a Arquidiocese de Maringá
46.150
Shows

TOTAL – 32
11 na Arena Coberta
21 na Barraca Universitária

Montaria em touros
3 dias


terça-feira, 22 de maio de 2018

Denuncia rejeitada

Foi rejeitada a denuncia de Comissão Processante contra o vereador Mario Verri (PT)  a votação foi de 13 x 2 .A denuncia de Decoro Parlamentar foi em decorrência do entrevero que teve  com o soldado Pessutti  que ta batendo com muita força na Administração Ulisses Maia

cresce bastante a indicação de massagens terapêuticas


prefeito em Brasilia

Prefeitos, inclusive o de Sarandi Sr. Walter Volpato-PSDB, estão em Brasília na XXI Marcha Nacional dos prefeito entre suas principais reivindicações esta a mudança na Lei do Piso Salarial Nacional dos Professores para ser reajustado pelo INPC (inflação) e não mais pelo custo aluno-ano. Se forem atendidos é o fim do PSNP!

governadora quer atender a terceira idade

Olá, tenho o compromisso de realizar políticas públicas voltadas à primeira infância e aos idosos e, ontem lançamos o projeto-piloto do condomínio do idoso, com 40 unidades, que será construído em Jaguariaíva. Nossa meta é autorizar esse tipo de projeto habitacional em mais cinco municípios até o final deste ano. Estou muito feliz, pois tenho certeza que esse projeto irá proporcionar o bem estar dos nossos idosos.A iniciativa faz parte do programa Morar Bem Terceira Idade, que será realizado pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar). Obrigada a todos os envolvidos neste maravilhoso projeto.

Morre o pastor acidentado

O Pastor e advogado Elizeu de Carvalho  que ao desviar de um veiculo que entrou em sua preferencia e bateu num poste, faleceu ontem por volta do meio dia no Hospital. Elizeu que é irmão do ex vereador Almeri de Carvalho, foi procurador jurídico na Câmara Municipal de Maringá, presidente da Ordem dos Pastores e atuava na Igreja Assembleia de Deus. Ele estava acompanhado da esposa e três filhos.Todos foram hospitalizados.

terça-feira, 15 de maio de 2018

Briga de vereador com soldado mostra politica do ódio

A briga do soldado Pessutti com o vereador Mario Verri tem duas versões. A do soldado que disse que foi agredido pelo vereador e a do vereador que disse que foi agredido pelo soldado. A Verdade é uma só. O pessoal do Movimento MBL  foi lá  no desfile para fazer algum enfrentamento politico contra o pessoal do Lula.como o vereador é do PT deu no que deu.

Mourões sintéticos inventados em Maringá podem durar 100 anos




Mourões de cerca que podem durar até 100 anos, mesmo em áreas encharcadas, foi uma das novidades lançadas na Expoingá deste ano e despertou o interesse de proprietários rurais, a ponto de as primeiras vendas serem realizadas no parque de exposições. O lançamento do produto foi feito na feira e um produtor rural de Itambé tornou-se o primeiro cliente.
Os mourões são feitos com um material sintético e toda a tecnologia foi desenvolvida em Maringá em nove anos de pesquisas e experimentos pelo inventor Nilson José Maximiano, também conhecido como Professor Pardal, que já tem outras invenções patenteadas.
Para desenvolver seus inventos, Professor Pardal criou a Tramaflex, ganhou espaço na Incubadora Tecnológica de Maringá, no antigo IBC, próximo à rodoviária. Os postes de fibra sintética passaram por vários testes na Universidade Estadual de Maringá (UEM) e a conclusão foi de que o material sintético terá uma durabilidade muito maior do que os tradicionais mourões de madeira ou mesmo os de concreto.
Segundo o inventor, outra vantagem de seus mourões é que eles são feitos com materiais reciclados, que estariam poluindo o meio ambiente se não fossem aproveitados. “Tudo foi feito pensando na sustentabilidade”, diz.
Além de cercar currais, o material criado por Nilson Maximiano poderá ser aproveitado para a construção de outros equipamentos usados nas propriedades rurais, geralmente feitos em madeira. O objetivo da empresa é utilizar o mesmo material para a fabricação de postes de energia elétrica e placas de laje para cobertura.
Após a criação do material, a Tramaflex precisava iniciar a comercialização e para isto nasceu a Ingá TecSus, que instalou estande na Expoingá e a partir de agora procurará os produtores para oferecer os produtos.
Os mourões de fibra polissintética já estão sendo empregados no parque de exposição de Maringá. A cerca da área destinado a experimentos da Integração Lavoura-Agropecuária-Floresta, onde soja e milho são cultivados em consórcio com pastagens e eucalipto, foi cercada com os mourões inventados por Maximiano.